Facilidades
Página Inicial
Bookmark
Indique este site
Fale conosco
Resumos
Lista Novidades

Contos
Livros

Busca de registros

Biografias
Lista Novidades

Escritores - ABL
Presidentes do Brasil

Busca de registros

Links Úteis
Dicas de Cozinha
Cozinha Feliz
Casa dos Anjos
Crendices
Dicas de Jardinagem
Regras dos Jogos
Mandato
Resumos
Passado
Roda do Tempo
Prece On Line
Regras de Baralho
Receitas de Doces
Dicas de Bonsai
Receitas de Camarão
Dicas de Bruxas
Casa dos Poemas
Receitas de Carnes
Receitas de Peixes
Receitas Frutos do Mar
Dicas de Bebidas
Dicas de Vinhos
Dicas de Artesanato
Receitas de Cozinha
Comida Gostosa
Receitas de Saúde
Receitas de Beleza
Dicas de Condomínio
Gostei do Site
Fontes de Letras
Presidentes do Brasil

Presidentes do Brasil
Marechal Deodoro da Fonseca

Proclamador da República em 15 de novembro de 1889, o Marechal Manoel Deodoro da Fonseca foi um dos líderes do movimento que derrubou o Imperador D. Pedro II e colocou fim ao regime monárquico no Brasil. Ele foi chefe do Governo Provisório e depois foi eleito o primeiro presidente da Republica do Brasil.

Ele nasceu em 1827, na cidade de Alagoas, que mudou de nome em sua homenagem. Hoje, ela se chama Deodoro (AL).

O marechal era o filho mais ilustre de uma numerosa família de militares. Ele e os sete irmãos seguiram carreira no Exército. Como Capitão, participou da Guerra do Paraguai, onde morreram três de seus irmãos. Ferido em combate foi considerado um herói, por isso ganhou muitas medalhas e promoções. Em 1885, governou a Província do Rio Grande do Sul.

Deodoro idealizou e ajudou a fundar o Clube Militar, para organizar e fortalecer o papel do Exército na sociedade brasileira da época. Respeitado pelos soldados, o corajoso Marechal foi o líder dos oficiais que se negavam a prender escravos fugidos. Também esteve ao lado dos militares que se manifestavam publicamente contra a escravidão e a Monarquia.

No Governo Provisório, a missão de Deodoro da Fonseca era consolidar o regime republicano e convocar uma Assembléia para elaborar uma nova Constituição. Ele tomou medidas importantes, como a regulamentação do casamento civil, a separação entre Igreja e Estado e a naturalização de todos os estrangeiros radicados no país. Mas, foi no Governo Provisório que a economia brasileira, comandada por Deodoro e pelo ministro Rui Barbosa, passou por uma das piores fases da história. Chamada de “encilhamento”, essa crise gerou uma onda incontrolável de inflação, especulação e falências por todo o país.

A primeira Constituição da República foi promulgada em 24 de fevereiro de 1891 e estabeleceu no país o regime presidencialista. O voto devia ser direto e universal para homens alfabetizados maiores de 21 anos (mulheres e analfabetos não votavam). Entretanto, o primeiro presidente foi escolhido de forma indireta. Depois de promulgar a Constituição, a Assembléia Constituinte convocou eleições para o dia seguinte e elegeu o Marechal Deodoro da Fonseca o primeiro presidente do Brasil. Estava com 62 anos.

Os primeiros anos da República no Brasil foram muito conturbados, pois o presidente e o Congresso disputavam o poder. Deodoro da Fonseca foi eleito pelos deputados por uma diferença pequena de votos, 129 contra 97. Para vice-presidente, foi escolhido o Marechal Floriano Peixoto, que era o candidato da oposição. Naquela época, as votações eram separadas.

A situação política ficou muito ruim quando o presidente fechou o Congresso e uma rebelião de militares da Marinha ameaçou bombardear o Rio de Janeiro, a capital do país. O presidente não tinha mais apoio político e estava sendo pressionado para deixar o cargo. Doente e para evitar uma guerra civil, Deodoro da Fonseca renunciou em novembro de 1891. Quem assumiu o governo foi o vice, Floriano Peixoto.

Fora do trabalho, o Marechal gostava de participar de bailes e tinha fama de bom dançarino. Vestia-se com elegância: a farda estava sempre alinhada e a barba grisalha cuidada e perfumada. Ele era casado e não tinha filhos. Alegre e divertido, contava piadas que ele mesmo inventava para divertir os amigos.

Após renunciar, o Marechal se aposentou do Exército. Morreu nove meses depois, em 23 de agosto de 1892, no Rio de Janeiro.

Presidência da República


Presidentes do Brasil : Mais Registros
 
-Isaías de Noronha (Junta Militar Governativa)
-Epitácio Pessoa
-Artur Bernardes
-Washington Luís
-Menna Barreto (Junta Militar Governativa)
-Artur da Costa e Silva
-Augusto Fragoso (Junta Militar Governativa)
-Getúlio Vargas
-José Linhares
-Humberto de Alencar Castelo Branco
-Café Filho
-Carlos Luz
-Nereu de Oliveira Ramos
-Juscelino Kubitschek
-Jânio Quadros
-João Goulart
-Paschoal Ranieri Mazzilli
-Gaspar Dutra
-Júlio Prestes
-Campos Sales

Página 1 de 2Próxima >>
Biografias
Lista Novidades

Escritores - ABL
Presidentes do Brasil

Busca de registros


Resumos - Todos os direitos reservados - 2007 - Internautas conectados no momento: 3